Ver Abaixo-Assinado Apoie este Abaixo-Assinado. Assine e divulgue. O seu apoio é fundamental.

Cancelamento do Carnaval de BH

Para: Ministério Público do Estado de Minas Gerais

A capital mineira vem sofrendo com fortes chuvas desde o dia 2 de janeiro desse ano e assim causando sérios prejuízos a cidade, conforme noticiário recorrente com imagens chocantes veiculados pela imprensa local e até internacional.

Os eventos alusivos ao Carnaval de Belo Horizonte estão previstos acontecer no período de 8 de fevereiro a 1º de março de 2020, conforme edital de chamamento público publicado no portal da Prefeitura: https://prefeitura.pbh.gov.br/belotur/licitacao/chamamento-publico-008-2019

Em entrevista à imprensa (Portal R7.com) O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), confirmou o Carnaval 2020 na cidade mesmo após parte da capital mineira ser destruída por fortes temporais nos últimos dias.

Milhares de Belo-Horizontinos clamam pelas Redes sociais pedindo o cancelamento da festa devido às fortes chuvas que deixaram centenas de mortos na cidade.

Durante coletiva na quarta-feira 29 de janeiro o prefeito destacou que espera que a cidade esteja "parcialmente" ou "muito bem" recuperada até o início da folia que acontece no final de fevereiro.

O prefeito afirmou, ainda, que a capital tem recursos para as obras de reparação da chuva e que o dinheiro da realização do Carnaval não vem dos cofres públicos. O Gestor afirmou e não apresentou dados concretos e suficientes para tranquilizar a população com relação aos recursos disponíveis para “reconstruir” partes da cidade.

Se não vem dos cofres públicos, de onde vem, então? O prefeito precisa esclarecer isso para a população e além do mais, ele disse bem claro que “espera” que a cidade esteja recuperada, não garantindo ao cidadão o conforto e a segurança que tanto esperamos da municipalidade.

Ademais, algumas cidades mineiras e citamos como por exemplo Sabará e Ibirité na Região Metropolitana de BH, deram exemplo de respeito aos seus cidadãos cancelando o Carnaval.

Importante ressaltar que não se está aqui pretendendo instruir o Gestor na escolha e execução de ações turísticas ou de eventos, mas, tão simplesmente “dar um freio” na sua irresponsabilidade administrativa.

Entendemos que o administrador público seja qual esfera estiver inserido deve sempre agir na busca do interesse público. Imperioso ressaltar que a má governança é empecilho à efetivação de direitos fundamentais e que o cancelamento do Carnaval na capital mineira mostrará respeito e consideração que a administração terá com aqueles que perderam suas vidas e a Gestão Municipal estará focada na recuperação da cidade e não em festejos.

Belo Horizonte, MG, 29 de janeiro de 2020.

https://amifamg.wixsite.com/amifamg/post/amifa-pede-ao-minist%C3%A9rio-publico-o-cancelamento-do-carnaval-na-capital-mineira


Associação dos Militares e Ex-Integrantes das Forças Armadas/Seção de Minas Gerais
amifamg@gmail.com
(31) 9 9995-0688 WhatsApp



Qual a sua opinião?

O atual abaixo-assinado encontra-se alojado no site Petição Popular que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Brasileiros apoiarem as causas em que acreditam e criarem abaixo-assinados online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor do Abaixo-Assinado poderá fazê-lo no seguinte link Contatar Autor
Assinaram o
abaixo-assinado

3 Assinantes

O seu apoio a esta causa é muito importante. Esta causa pode ser a causa de todos. Assine o Abaixo-Assinado.