Ver Abaixo-Assinado Apoie este Abaixo-Assinado. Assine e divulgue. O seu apoio é fundamental.

Por Barragens Mais Seguras e Menos Catástrofes de Origem Mineira!

Para: Para todas as mineradoras brasileiras e, em especial, à Vale

O Brasil tem cerca de 165 barragens com construção técnica a montante, tal como a de Brumadinho. Está na hora de adotar novas técnicas e modelos nas barragens para brasileiras. Chega de desastres de origem mineira!

A barragem da mineradora Vale que se rompeu na sexta-feira (25 de Janeiro de 2019), em Brumadinho (MG), usava uma tecnologia de construção bastante comum nos projetos de mineração iniciados nas últimas décadas, mas considerada por especialistas uma opção menos segura e mais propensa a riscos de acidentes.

O método chamado de alteamento a montante, utilizado tanto no reservatório I da Mina Córrego do Feijão da Vale como na barragem de Fundão da Samarco, em Mariana, que rompeu em 2015, permite que o dique inicial seja ampliado para cima quando a barragem fica cheia, utilizando o próprio rejeito do processo de beneficiamento do minério como fundação da barreira de contenção.

Neste sistema, a barragem vai sendo elevada na forma de degraus conforme vai aumentando o volume dos rejeitos. A lama que é dispensada é formada basicamente por ferro, sílica e água. É o método mais simples e também o mais barato.

O modelo é o menos seguro porque a barragem é construída em cima de rejeitos que já foram depositados. Estamos utilizando uma técnica de depósito de rejeitos que embute um certo risco, principalmente quando há uma elevação muito rápida das barragens.

No caso específico das barragens, havendo alternativa técnica, não tem por que manter algo superado, antigo e que tem um risco inerente, que é esse modelo de barragem, sobretudo essa construída a montante, que mostrou a fragilidade.

Graças ao desastre da barragem de Brumadinho já foram contabilizados 65 mortos e 279 desaparecidos que se acumulam aos 19 mortos e rastro de destruição da catástrofe de 2015 em Fundão da Samarco.

Está na hora de haver uma substituição rápida do modelo a montante pelo modelo a seco. Apenas assim conseguiremos salvar centenas de vidas do nosso povo e salvar o nosso patrimônio ambiental!


Qual a sua opinião?

O atual abaixo-assinado encontra-se alojado no site Petição Popular que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Brasileiros apoiarem as causas em que acreditam e criarem abaixo-assinados online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor do Abaixo-Assinado poderá fazê-lo no seguinte link Contatar Autor
Assinaram o
abaixo-assinado

47 Assinantes

O seu apoio a esta causa é muito importante. Esta causa pode ser a causa de todos. Assine o Abaixo-Assinado.