Ver Abaixo-Assinado Apoie este Abaixo-Assinado. Assine e divulgue. O seu apoio é fundamental.

Abaixo Assinado - Reajuste de Tarifas Já!

Para: Operadoras de Transporte Individual de Passageiros - UBER e 99 POP

Para: Operadoras de Transporte Individual de Passageiros – UBER e 99 POP

A AMAPES, vem através deste, com base em dados recentes, SUGERIR às Operadoras de Transporte Individual de Passageiros, UBER e 99 POP, empresas atuantes no Estado do Espírito Santo QUE SEJAM REVISTAS as tarifas repassadas aos Motoristas de Aplicativo.
De acordo com o estudo, as tarifas praticadas em todo o Estado, através do posicionamento de repasse das empresas, não houve reajuste desde setembro de 2016, quando da iniciação dos aplicativos no Estado.
As operadoras UBER e 99 POP, sempre trabalharam com tarifas similares, sempre prestigiando o passageiro e não ao motorista. As tarifas da UBER desde o ano de 2016 nunca tiveram aumento e a 99 POP tem sua tarifa flutuante, simplesmente difícil de acompanhar.
Salientamos que as tarifas nunca acompanharam o aumento, seja da inflação e/ou dos principais indicadores de produtos ou serviços que os motoristas utilizam (combustível, seguro, manutenção) e outros itens que fazem parte da cadeia consumidora dos Motoristas de Aplicativo, tornando assim a quase inviabilidade lucrativa dos motoristas.
Pleiteamos um aumento considerável das tarifas, visto que em pouco tempo, poderá não haver mão de obra disponível e de qualidade para a prestação dos serviços, devido aos prejuízos ocasionados pelas baixas tarifas.
Entendemos as políticas da empresa que priorizam o menor preço ao consumidor final, porém os custos para os Motoristas, sua principal e única força de trabalho, aumentaram em todas as esferas utilizadas como relataremos abaixo.
Salientamos que em toda empresa, quando um funcionário fica insatisfeito ele não produz direito, nas Operadoras de Transporte, não é diferente, quando os motoristas parceiros se sentem desvalorizados em detrimento de outras prioridades, acontecem os seguintes fatores:
• Migração para outras plataformas de transporte - principalmente as regionais, que oferecem melhores ganhos;
• Aumento do número de cancelamentos – devido a distância e seleção de rotas;
• Frota sucateada – falta de condições de fazer as mesmas manutenções como faziam anteriormente, podendo causar riscos aos passageiros e parceiros;
• Baixa qualidade na prestação de serviços e atendimento - devido aos valores baixos, os motoristas não mantêm os padrões de qualidade e atendimento como eram;
• Aumento de horas trabalhadas – Motoristas tendem a trabalhar mais para conseguir os mesmos lucros, o que podem colocar em risco motoristas e passageiros, devido a fadiga e cansaço.
• Crescimento do número de Motoristas Clandestinos – Muitos motoristas optam por fazer corridas por fora do aplicativo, trazendo prejuízos para a empresa e concorrência desleal aos parceiros.
Diante disto, para provar a grande defasagem nas tarifas, mostraremos a evolução de alguns custos que incidem diretamente na lucratividade dos motoristas.
O Principal combustível dos Motoristas de Aplicativo Capixaba é o GNV, e o mesmo subiu 51% (cinquenta e um por cento) desde janeiro de 2017, onde o preço estava em R$ 2,17 (Dois Reais e dezessete Centavos) e agora em maio de 2019 o preço encontra-se em R$ 3,29 (Três Reais e vinte e nove centavos).
O segundo combustível mais usado pelos motoristas, a Gasolina, teve seu aumento em aproximadamente 45% (quarenta e cinco por cento), na média do Estado, onde em janeiro de 2017 estava estacionado em R$ 3,17 (três Reais e dezessete centavos) e em maio de 2019 o preço encontra-se em R$ 4,59 (Quatro Reais e cinquenta e nove centavos) na média do Estado, e no dia 25/03/2019 o Jornal de maior circulação do estado (A Gazeta) com base na ANP, noticiou que a Gasolina Capixaba tem alta superior à média nacional, sendo o aumento nos últimos 30 dias de 10,80%.
O 3º Combustível utilizado no Espírito Santo é o Etanol que teve o seu aumento em média na ordem de 41% (quarenta e um por cento), sendo o preço aferido em abril de 2017, no valor de R$ 2,62 (Dois Reais e sessenta e dois centavos) e agora em maio de 2019 o valor pesquisado foi de R$ 3,70 (Três Reais e sessenta e setenta centavos), na média do Estado.
Seguindo a linha de produtos que os Motoristas utilizam para trabalhar, entramos na seara do seguro automotivo, segundo pesquisa realizada pelo Sindicato dos Corretores de Seguros (SINCOR-ES), nos dois últimos anos, o valor do seguro aumentou em média 40% (quarenta por cento), chegando a alguns veículos a 59% (cinquenta e nove por cento).
Pesquisamos também o valor da variação dos preços do Transporte Público Intermunicipal na Grande Vitória, nomeado como Sistema Transcol. No período de 2017 a 2019, o aumento tarifário foi na ordem de 17% (dezessete por cento).
Atrelado a todos estes aumentos, os Motoristas de Aplicativos, tem que investir em segurança, adquirindo rastreadores, câmeras, melhores planos de celulares, manutenção preventiva, etc.
Diante de todos estes fatos aqui relatados, vimos novamente SUGERIR que as tarifas dentro do Estado do Espírito Santo sejam reajustadas, para que o trabalho seja feito mais dignamente e com lucratividade por parte dos Motoristas de Aplicativos do Espírito Santo.


Qual a sua opinião?

Abaixo Assinado - Reajuste de Tarifas Já!, para Operadoras de Transporte Individual de Passageiros - UBER e 99 POP foi criado por: Motoristas de Aplicativo do Estado do Espírito Santo.
O atual abaixo-assinado encontra-se alojado no site Petição Popular que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Brasileiros apoiarem as causas em que acreditam e criarem abaixo-assinados online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor do Abaixo-Assinado poderá fazê-lo no seguinte link Contatar Autor
Assinaram o
abaixo-assinado

693 Assinantes

O seu apoio a esta causa é muito importante. Esta causa pode ser a causa de todos. Assine o Abaixo-Assinado.